sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

FIM DOS TEMPOS

QUEM NÃO VIU O FILME, NÃO LEIA O POST !
Mais um filme de M. Night Shyamalan.
O filme expõe uma crise ambiental de larga escala que força a humanidade a combater a natureza para sobreviver. A crise é iniciada por uma suposta toxina invisível, que leva a população à loucura e induz ao suicídio.O filme começa no tranquilo parque de Nova Iorque, aonde eventos supostamente terroristas começam a acontecer.Ao mesmo tempo, na Filadélfia, o professor de ciências Elliot(Mark Wahlberg) está explicando o agravamento do efeito estufa, mas o principal parte desse momento é quando um de seus alunos diz que nunca entenderemos muitos fenómenos da natureza, que muitas coisas serão sempre um mistério(o que dá uma introdução ao filme).Com o agravamento do suposto ataque terrorista, a escola manda que liberem os alunos para suas casas.O governo dos EUA expõe que todos esses fenómenos são graças a uma crise ambiental, iniciada por uma toxina invisível que leva a população a loucura; a partir desse momentos, Alma(Zooey Deschanel), Julian(John Leguizamo) e Jess(Ashlyn Sanchez) tentam fugir junto com Elliot dessa suposta toxina. Depois de descobrir que a natureza libera essa toxina quando se sente ameaçada, eles se separam do grupo e ficam em uma casa, aonde são recebidos por uma senhora.Bem, depois de três meses, tudo volta ao "normal"; pelo menos é o que eles pensam, já que essa crise está atingindo todo o mundo.Tá, isso é o que todo mundo viu; basta enxergar o que esta implícito.A relação do casal principal é uma analogia entre o homem e a natureza, a criança representa esse novo elo que tem que ser cuidado entre o homem e a natureza, de uma forma não prejudicial ambas as partes; a senhora da cabana abandonada representa a natureza, é só entender as atitudes dela ( ela fala que o mundo esqueceu dela, é super desconfiada, achando o tempo todo que o casal está ali para rouba-lá). A natureza, no filme, tem medo do homem, e a toxina é a uma forma de auto-defesa, uma forma bem pensada de mostrar que nos dias de hoje o homem está automaticamente se matando pois são as plantas que nos dão oxigênio para sobrevivermos. Caso alguém não tenha entendido a cena do inicio e a do fim, quando apenas uma pessoa consciente enxerga todas as outras pessoas se matarem, o autor quis mostrar que são poucas as pessoas que conseguem enxergar o mal que o homem está fazendo para a natureza, uma em meio de varias.E ai galera, pensaram por esse lado ?voltem sempre :)
video

10 comentários:

  1. Oi Mariana!
    Tudo bem?

    Parabéns pelo blog! Vou linkar você lá no Hollywoodiano, ok?

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Olá Mariana, tudo bem?

    Gostei muito do seu texto sobre o filme, você definiu bem o que Shyamalan quis mostrar e muito gente acabou não entendendo.

    Estou linkando seu endereço no meu blog.

    Passarei sempre que possível por aqui.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Mariana, tem duas maneiras:

    Você pode apenas adicionar meu site clicando em favoritos na sua barra de ferramentas.

    Eu prefiro utilizar o próprio blog, na sua barra lateral onde criou seu perfil e aparece a lista de suas postagens, crie um "lista de blogs favoritos" e adicione os endereços dos blogs que você gostou e sempre que houver uma nova postagem neles, esta aparecerá abaixo do endereço. No meu blog tem um grande lista.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Ele poderia fazer mais 500 parabulas, o filme continuaria ruim.

    ResponderExcluir
  5. pega 10 pessoas que assistiram esse filme. 8,5 não entenderam. e esse post explicou muuuuuito bem pra quem não tinha entendido :D você escreve fácil Marii *-* você consegue ver o que várias pessoas não veem, fooda ;P HUHSUHAS

    ResponderExcluir
  6. Um bom filme. Nem mais, nem menos.

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. Olá Mariana... obrigado por visitar meu blog e tentarei acompanhar o seu também.

    Ainda não vi Fim dos Tempos... teve uma recepção tão negativa que desanimei um pouco e deixei para conferir num outro dia qualquer.

    Boa sorte com o blog e que mantenhamos contato!
    Até mais!

    ResponderExcluir
  8. Interessante a forma que você explicou o filme, realmente é muito interessante pensar dessa forma... Como disse o Daniel ali em cima, por mais parabólas que o filme tenha, na minha opinião ele continua ruim, mas foi bom ver essa visão o que tornou o filme levemente mais tragável, rs... Tamo linkando seu blog também lá no O Cara da Locadora, e adorei também seu jeito de escrever, viu? Abraços....

    ResponderExcluir
  9. O filme não é tão mau como muitos o pintaram. Terá as suas falhas, mas também tem algumas cenas de antologia, especialmente no início.

    7/10.

    ResponderExcluir
  10. Olha, excelente análise e comentários.
    Muito bom texto mesmo.
    :D

    Só um detalhe, não gostei do filme. Cenas de suicídio são muito agressivas pra mim e me doeram demais de ver.

    ResponderExcluir